Domingo, 30 de Agosto de 2009

Quero ser normal

Não há nada que eu mais queira neste mundo que ser normal...
Normal e não ter de discutir com ninguém porque estamos sempre de acordo...
Normal e não ter de pensar se realmente estou a fazer as coisas bem...
Normal e sair aos fins-de-semana e divertir-me...
Normal e ter amigos com quem falar...
Como gostaria de pensar o que todos pensam, não ter de argumentar tudo o que digo, ser normal e não pensar tanto, de não me sentir só estando rodeado de muita gente... essa normalidade com a qual não concordo.


Alma às 22:55
| comentar
13 comentários:
De PipoKa a 30 de Agosto de 2009 às 21:32
Ola.

Penso que não devias querer ser esse "normal". Faz tu uma definição de normal... a vulgaridade dessa palavra torna-a como que uma obrigação.



De Alma a 9 de Setembro de 2009 às 16:33
Olá,

Ambos sabemos que esta normalidade é anormal, mas a sociedade por vezes exige que sejamos "normais".
Por vezes sinto-me um adolescente e gostava de poder mudar o mundo, mas todos são "normais"...

Obrigado


De luisa a 31 de Agosto de 2009 às 13:04
oi
desculpa se estou a invadir a sua privacidade não é minha intenção, mas é dificil ficar indiferentes as suas palavras adorei ~ler o seu blogue talvez porque vi espelhados todos os meus sentimentos e angustias. Escreve muito bem com um simplicidade incrivel consegui sentir todas as palavras que escreveu em alguns posts as lagrimas surgiram e " pelos " arrepiaram se. Todos de bom e não pare de escrever.
Luísa


De Alma a 9 de Setembro de 2009 às 16:36
Olá,

Fico contente que tenhas gostado do blogue, invade sempre que queiras.

Obrigado pela visita


De Anónimo a 31 de Agosto de 2009 às 16:09
O normal para ti,e contolar,o ke posso e nao posso.Viver com mais uma mascara,para ke os outros gostem de ti? Ou para tu gostares de ti? Eu perdi muito tempo da minha vida tentando ser o ke os outros esperam de mim.Hoje tento ser sincero comigo,e com os outros respeitando-me a mim e aos outros.Tentando manter sempre os pes no chao.Isto dame fosça e vou sendo cada ves mais EU.Eu tento me abrir para o novo,novas maneiras de pensar e sentir.tento tambem observarme mas nao criticar nem julgar.Nao penses tanto SENTE.Paz


De Alma a 9 de Setembro de 2009 às 16:41
Olá

Fico feliz em saber que há mais "anormais" como eu. Cheguei a pensar que era o único...

Obrigado pela visita


De Raquel a 4 de Março de 2010 às 02:49
Adorei essas palavras! São suas mesmo?
Bem que as vezes me faço essa pergunta:
-Porque não sou normal?
Isso é muito dificil não queria sentir tanto assim as coisas,não consigo nem me expressar loucura mesmo!
Me identifiquei com essa mensagem!


De Alma a 4 de Março de 2010 às 08:45
Olá

Obrigado pela visita


De Kellyane a 9 de Setembro de 2010 às 18:03
Seu Blog e Extraordinário, Fantástico, Excelente, Maravilhoso!!, fiquei Feliz Por saber que existem pessoas como eu!! *--*


De Alma a 9 de Setembro de 2010 às 22:19
Obrigado


De Aline a 21 de Novembro de 2011 às 00:50
Ameiiii,lindoo,perfeito,Parabéns!!!!


De Alma a 22 de Novembro de 2011 às 19:34
Obrigado


De bbruno5 a 24 de Setembro de 2012 às 12:16
Queria não ter de ser assim também... porque tudo é tão difícil, porque mesmo com centenas de 'amigos' eu não tenho nenhum? Eu queria apenas ser normal. Queria ser lembrado por meus amigos, queria que a menina que gosto não me ignorasse. Queria ser convidado pra todas as festas, mas na verdade eu é quem corro atrás. Por que tudo cai sobre mim? Em trabalhos de grupo sou obrigado a fazer a parte mais difícil e se não fizer 'eu não fiz nada'. Será que é porque sou magro? Desde meus cinco anos sou assim e nenhum tratamento funciona. Não consigo ganhar peso. Choro às vezes, mas sem lágrimas. Elas já acabaram a muito. Agora só restam sonhos. Sonho que sou normal e feliz. Mas acordo e então me decepciono. Sinto que sou discriminado. Todos dizem que eu devia comer mais, me perguntam porque não sou normal. Até mesmo os que entendem pelo que estou passando não me dão muita atenção. Penso em desistir de tudo,mas não suporto essa ideia. Mesmo sabendo que eu não tenho nada. Eu não sou feio. Meu rosto é belo e suave, mas se não fosse pela magreza eu seria o mais belo que já conheci. Mesmo assim sou ignorado por todos. Meus pais dizem para não me importar, mas isso é impossível. Eles ao menos tem amigos e se amam. Tenho 19 anos e se 'fiquei' 10 vezes com alguém foi muito. Eu só queria ser normal. Só queria ter um bom motivo para levantar todos os dias. Mas quando acordo, tenho vontade de continuar dormindo porque meus sonhos são perfeitos. Até os pesadelos são melhores que minha vida. Eu só queria viver de verdade, porque da forma que vivo muitos teriam se matado. Eu não me mato, porque sei que não vale a pena. Espero um milagre, um chamado. Se Deus me dissesse hoje: 'venha' eu iria sem pensar, porque não tenho nada a que sou apegado. Finjo a meus pais que estou levando uma vida normal porque não quero vê-los sofrerem. Mas é cada vez mais difícil fingir. Sinto que não sou mais o mesmo. Nunca fui normal. Agora, tampouco, estou em casa prestes a ir para a faculdade, onde tenho 'amigos' que não me dão atenção. Dizem que 'eu' não converso. Mas eles nunca puxam conversa. Entrarei lá hoje calado e sairei calado sem dizer nada. Sei disso. Nem sei porque ainda tenho voz. Quase não a uso. E quando resolvo eu mesmo puxar conversa, eles fingem que não ouvem e dão as costas. Queria apenas ser amado. Queria apenas ter alguém para abraçar e ouvir: 'estou contigo, hoje e sempre'. O máximo que ouço é: 'precisar estou aqui, amigo é pra essas horas'. Mas quando precisei de um ombro amigo me deram as costas. Não pude desabafar, não pude me expressar. Então fui ao mato e gritei... Gritei até não poder mais, até minha voz acabar, e pela primeira vez em 5 anos lágrimas rolaram. Estou pensando seriamente em me isolar de verdade de todos. E viver só. Afinal, vivendo só não vou sofrer por ser ignorado. O vazio da solidão é mais aceitável do que viver só em meio à multidão. Eu queria apenas poder dizer: 'como é bom te ver' e assim escutar: 'estava com saudades' e sentir que essas palavras eram verdadeiras. Quando chego nos lugares as pessoas se calam, mudam de assunto, como se falassem de mim ou escondessem algo. Sinto que não sou desse mundo. Espero um milagre. Se o fim do mundo fosse esse ano eu não me importaria. Ao menos eu saberia que não haveria mais solidão, porque eu já não existiria. Hoje quero apenas ser normal... Queria um dia casar e ter filhos, uma família. Mas sinto que morrerei só. Porque pessoas como eu não tem vez. Eu não sou perfeito. Então não tenho meu lugar no mundo. Só resta sonhar. É o melhor que posso fazer, num mundo a que não pertenço. Sonhar até que minha mãe me acorde e diga que já é tarde. Sonhar até descobrir um fio de realidade. Sonhar... até um dia não acordar mais.


Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts por mês:

Abril 2014

Fevereiro 2014

Abril 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

todas as tags

mais sobre mim:


quem sou?

seguir perfil

. 20 seguidores

almas penadas