Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2009

O ponto de vista

É muito comum encontrarmo-nos perante situações nas quais nos custa tomar certas decisões, e é igualmente habitual que na hora de perceber a realidade nos seja muito mais difícil ver a nossa que a dos outros. Isso sucede porque estamos condicionados pelos nossos medos e é bem mais fácil ver os erros alheios que os nossos.
Quantas vezes desesperamos ao pensar que ninguém nos entende? Não poderá estar o problema em nós próprios? Na nossa percepção, em que talvez nem sempre saibamos expressar o que queremos.
Porque se separam os casais? Porque discutem os filhos com os pais?
Porque nos sentimos atraiçoados por alguém?
Muitas vezes é por falta de comunicação, por pretendermos que os outros vejam o nosso ponto de vista sem pararmos para pensar que o dos outros pode ser diferente mas igualmente válido.
Quantas vezes pedimos um conselho a um amigo, e nos abriu as portas que com tanto esforço não pudemos transpor sozinhos? Como consegue ver e nós não? Porque vê de fora com a objectividade de quem não tem dúvida porque não lhe diz directamente respeito e é capaz de o transmitir através de como nos vemos pelos seus olhos.
A resposta encontra-se sempre em nós, mas para alcançá-la só podemos encará-la com objectividade e com consciência do que tememos perder ou causar com as nossas escolhas.
A única forma de vermos a realidade é através dos nossos olhos,  mas para o chegar a ver claramente, temos de nos livrar de tudo o que possa influenciar o nosso ponto de vista.
Todos temos a capacidade de ver, o que condiciona o que vemos é o ponto de vista de onde olhamos.

tags: , ,

Alma às 23:56
| comentar
2 comentários:
De Princesa a 30 de Dezembro de 2009 às 02:47
...Nem sempre o nosso ponto de vista será o mais certo. E o que é certo para nós pode ser errado para os outros...E vice versa...
Em circunstâncias iguais mas com pessoas diferentes reagimos de forma tão desigual que até a nós próprios nos causa confusão, angústia, medo...
Por teimosia, por feitio, por defeito, por amor, por amizade comportamo-nos de um modo bem tão diferente que analisando mais tarde nos perguntamos " como fui capaz de dizer ou fazer aquilo???"...
Costumo sempre dizer que o fácil não é concordarmos com os outros por tudo e por nada, muitas vezes para agradar ou não entrar em conflito... O difícil é colocarmo-nos do outro lado do problema, da situação... do ponto de vista do outro...
Somos muitas vezes senhores da razão plena e absoluta, mesmo quando tentam mostrar-nos que estamos errados...
O ser humano é assim mesmo... Egoísta...Centrado em si próprio... Egocêntrico...
Tudo seria mais fácil se os pontos de vista fossem iguais...Não, não...!Estava a brincar...
Cego é o que não quer ver...
Surdo é o que não quer ouvir...
Mudo é o que não quer falar...
Para sabermos ver, ouvir e falar precisamos parar para pensar... Respeitarmo-nos a nós próprios para então...
Ver o outro como a nós próprios...
Ouvir os outros como a nós próprios...
Falar com os outros como a nós próprios...
Sim, é difícil mas não impossível....
Errar é humano...
Não querer crescer com os seus erros e assumi-los é falta de inteligência...
....
Consciencialização de nós e depois dos outros!
Vamos tentar crescer com o que de errado fizemos, fazemos ou dissemos e dizemos...
Um 2010 em grande
Princesa


De PipoKa a 27 de Janeiro de 2010 às 19:24
A nossa cabeça transborda diariamente de "Porquês" e acabamos por não conseguir responder nem a metade.

Boa sorte para as respostas às tuas perguntas :)


Comentar post

publicados 111 posts:

Tesouros escondidos

Dez minutos

Espero algum dia voltar a...

Dilema

Encontro

Destino

Precisa-se

Pensamento do dia

Vida exemplar

Não me apetece dar título...

A idade interessa?

Infiel... ser ou não ser

A seu lado

Deixa-me entrar

Parabéns ao meu blog...

Encontro com Satanás

Manada cruel

Chocolate

Contigo...

Cinderella

Mendigo

Musica do dia

Sorriso à Lua

Parabéns ao meu blog...

O vento

Palavras

Uma Europa Hipocrita

Vida

É hoje

Ontem, tu e eu

Escudo de pedra

Acordar

E agora...

Festa

O nosso caminho

Percepção do tempo

Desculpa, ainda não sou c...

Escrever um livro...?

Carta à minha filha

ADEUS

Sentimento de impotência

A tempestade

Tudo muda

Teimosia

Sinto a tua falta

Respeito

Um horizonte de possibili...

Onde nasce o ódio

Dizem que

A busca

posts por mês:

Abril 2014

Fevereiro 2014

Abril 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

mais sobre mim:

almas penadas