Sexta-feira, 9 de Abril de 2010

A tristeza

Inesperadamente, sem nenhum tipo de convite, com a subtileza de uma gota de orvalho penetrando nas entranhas, chegou até mim a tristeza.
Não sei por onde entrou, mas desde logo se fez notar quando se instalou.
Procurou um local quentinho onde nidificar, onde pudesse espantar o frio que traz agarrado.
O meu coração, o eleito para acomodar o seu choro e uma dor perfurante deu-me o alerta de intruso.
Rejeita-la quis com todas as minhas forças, com rizadas gargalhantes, que lhe doem e a fazem esconder até terem passado e então faz uma nova excursão pelo meu ser, como doloroso castigo.
Primeiro visitou o meu estômago e apagou de um sopro a vontade de comer, outro dia as minhas pernas que deixou paralisadas, os meus braços, a minha cabeça e em cada recanto, deixou marcada a sua pegada.
Há já algum tempo que se apoderou de mim, continuando a minha alma a se esconder dela desde o primeiro dia a busca sem descanso. A sua insistência é tenaz e a cada tentativa deixa-me profundamente ferido.
Cada amanhecer é uma luta constante para seguir em frente.
Não lhe digam nada pois encontrei o seu ponto fraco, o lugar onde vive que a mantém dentro de mim.
Se lhe tiro o calorzinho, morrerá sem alcançar o seu objectivo.
O sacrifício que é suposto arrancar o meu coração, vale a pena.


Alma às 23:56
| comentar
3 comentários:
De docemente a 9 de Abril de 2010 às 03:39
"Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer!"

Há muito que não o lia, porque será que a tristeza nos impulsiona a escrever? Comigo tambem é assim.

Felicidades


De Alma a 21 de Abril de 2010 às 23:25
Olá

Com a tristeza vem a inspiração.

Acabei de viver os dias mais felizes da minha vida, aos que se seguem os mais tristes. A tristeza apoderou-se totalmente do meu ser, mas jamais permitirei que me vença.

Obrigado


De Daniel a 27 de Setembro de 2010 às 23:05
É assim que estou me sentindo neste exato momento.
Triste e procurando um meio de me desfazer deste desejo que tomou conta de mim. Me sinto impotente e quem poderia me ajudar aqui na Terra fechou as portas do coração para mim.
Só resta entregar todo meu ser a Jesus Cristo e esperar Nele.


Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts por mês:

Abril 2014

Fevereiro 2014

Abril 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

todas as tags

mais sobre mim:


quem sou?

seguir perfil

. 20 seguidores

almas penadas