Sábado, 10 de Abril de 2010

Se as minhas lágrimas falassem

Se as minhas lágrimas falassem...
só mencionariam a tristeza que existe no meu coração...

Se as minhas lágrimas falassem...
explicavam-te o porquê de tanta dor...

Porque nascem nos meus olhos brilhantes
e nunca morrem no meu rosto...

Se as minhas lágrimas falassem...
contariam porque a minha alma está desfeita.

Se apenas te falassem...
transmitiriam a nostalgia que sente a minha alma...

Se as minhas lágrimas falassem...
finalmente descobririas o peso que tem a minha consciência.

Se apenas te falassem...
morrerias nesse instante... de pena.


Alma às 21:02
| comentar
4 comentários:
De Anónimo a 10 de Abril de 2010 às 17:43
Achas que o teu coracao te deixa sozinho?Ele esta triste talves por tu nao o escutares.Faz uma pausa.Poe a mao no teu coracao,mas vai devagar,ele e muito sensivel.Deixa que ele te mostre o caminho,sente o Amor que ele tem para te oferecer.E o AMOR que cura as feridas.Um grande abraco de raios DOURADOS.


De Alma a 21 de Abril de 2010 às 23:37
Olá

O amor cura as feridas depois delas terem sangrado muito.
Tenho medo que a minha alma me abandone com tanto sangramento...

Obrigado pelo comentário.


De Flor-de-lis a 20 de Abril de 2010 às 14:29
Importas-te que te "roube" este poema e ponha no meu blog? Claro que ponho o link do teu blog, mas identifiquei me, nao sei porque ou ate sei, mas senti-me bastante identificada com o que escrves-te.
abraço


De Alma a 21 de Abril de 2010 às 23:39
Olá

"Rouba" à vontade.

Obrigado


Comentar post

publicados 111 posts:

Tesouros escondidos

Dez minutos

Espero algum dia voltar a...

Dilema

Encontro

Destino

Precisa-se

Pensamento do dia

Vida exemplar

Não me apetece dar título...

A idade interessa?

Infiel... ser ou não ser

A seu lado

Deixa-me entrar

Parabéns ao meu blog...

Encontro com Satanás

Manada cruel

Chocolate

Contigo...

Cinderella

Mendigo

Musica do dia

Sorriso à Lua

Parabéns ao meu blog...

O vento

Palavras

Uma Europa Hipocrita

Vida

É hoje

Ontem, tu e eu

Escudo de pedra

Acordar

E agora...

Festa

O nosso caminho

Percepção do tempo

Desculpa, ainda não sou c...

Escrever um livro...?

Carta à minha filha

ADEUS

Sentimento de impotência

A tempestade

Tudo muda

Teimosia

Sinto a tua falta

Respeito

Um horizonte de possibili...

Onde nasce o ódio

Dizem que

A busca

posts por mês:

Abril 2014

Fevereiro 2014

Abril 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

mais sobre mim:

almas penadas