Sábado, 29 de Maio de 2010

Vida

Trabalhas para não pensar
Não te dás ao luxo de pensar para evitar sentir
Descartas sentir para não sofrer
Chegado a este ponto perguntas se ainda respiras
É melhor viver

E assim deixas de pensar
Fantástico


Alma às 18:05
| comentar | _____________ver comentários (4)
Sexta-feira, 28 de Maio de 2010

É hoje

Aprendemos que a vida é um momento especial, com presentes, com sonhos, com a esperança sobre as nossas cabeças, como um pêndulo que nos faz crescer e crescer. Sabemos que a casualidade e a predestinação não existem, que dentro de nós existe um motor que nos faz crescer mais, hoje, e nos dias que nos restam...
Em busca da perfeição da alma, descubro a experiencia maravilhosa de celebrar o presente e ainda mais... de amar a vida.
Por vezes a nostalgia ultrapassa a sua conta e mesmo que tentemos ver, enevoam-se os olhos, o futuro que não se espera, vale sempre a pena, será sempre um ensinamento e um dom.
Foram anos repletos de "tudo" e isso é o gosto de poder abraçar os sonhos e agarrar-me às estrelas.

É hoje o dia do meu feliz aniversário, intercalado com dias infelizes e outros assim-assim.
Feliz aniversário para mim!


Alma às 23:50
| comentar | _____________ver comentários (6)
Sábado, 22 de Maio de 2010

Ontem, tu e eu

Descalço, sentindo a areia branca da praia na planta dos pés, deixei voar a minha mente.
Os meus olhos perderam-se na mistura de cores, amarelo, laranja e vermelho que o horizonte me oferecia.
Senti como o cheiro salgado do mar purificava a minha alma e o meu corpo enquanto a minha mente me levava pelos caminhos do pecado.
Estava contigo!
Por momentos perdi a noção do espaço e do tempo.
Apenas uma ínfima corrente de ar separava os nossos lábios, as nossas mãos, os nossos corpos.
A luz da lua devolveu-me a realidade.
Hoje, a corrente de ar é enorme e no entanto sinto-te tão perto...


Alma às 08:36
| comentar
Segunda-feira, 17 de Maio de 2010

Escudo de pedra

Dentro de um já velho e quebradiço escudo de pedra, vivia um lindo coração. Certo dia, apareceu não se sabe de onde, um coração moribundo muito ferido e ensanguentado. O já frágil escudo acabou por ceder, partiu-se em mil pedaços caindo ao chão como as folhas no Outono. O coração ferido, ao ver tão útil protecção recolheu-o e forrou-se com os mil pedaços para estancar a sua hemorragia.
Agora, a detentora de tão belo e nobre órgão, pensa mais com o coração que com a razão.
Há momentos para tudo, até para nos deixarmos levar... em busca da felicidade.


Alma às 06:59
| comentar | _____________ver comentários (2)
Sexta-feira, 14 de Maio de 2010

Acordar

Quando algo corre mal, tudo corre mal...
Quando decidi aceitar o caminho que tinha escolhido, o caminho mudou.
Agora, perdido, procuro na escuridão o caminho perdido ou outro, simplesmente com a intenção de continuar a dar passos, não interessando a direcção.
Em frente vejo o abismo que eu próprio construí ao longo dos tempos e do qual me tentava distanciar cada vez mais.
Exausto, pergunto se não terá sido tudo um pesadelo. A resposta chegará com o tempo...

Apenas quero acordar, seja num caminho repleto de flores e luz ou no caminho oposto, o das trevas. Quero que o tempo passe e que chegue o futuro, bom ou mau, e poder continuar a caminhar, errando, levantando-me, chorando e rindo.

Acordar e que seja manhã.


Alma às 22:31
| comentar | _____________ver comentários (2)
Quarta-feira, 12 de Maio de 2010

E agora...

Agora é isto que tenho. Começo uma vida nova, nem melhor nem pior, apenas diferente.
O caminho não é fácil, nem agradável,... é um caminho inesperado, fruto das indecisões, dos erros, das mudanças, da resignação... É o meu novo caminho.
Olho para trás e vejo que já nada será como antes. Pergunto-me se é a vida com que sonhei, sei que não, mas olho em frente e digo: Agora, é esta a minha vida!


Alma às 18:59
| comentar | _____________ver comentários (4)
Terça-feira, 11 de Maio de 2010

Festa

Acho que vai ser hoje. Avizinha-se uma grande festa para a qual estão todos convidados.
A hora depende das vossas visitas, e provavelmente não estarei presente. Quem quiser pode trazer farnel, musica e enfeites.
Hoje, o blog atingirá as 10.000 visitas e 25.000 páginas visitadas nos seus 10 meses de existência, o qual se deve exclusivamente a vocês.
Longe vão os tempos das 200 visitas diárias, pois a crise também chegou aos blogs como escreve a minha "amiga" Teia d'Aranha ...culpa do Facebook...
Agradeço a todos por me terem acompanhado.

P.S.: Há prémio para a alma 10.000 (deixa comentário)

tags: , , ,

Alma às 19:15
| comentar | _____________ver comentários (2)
Sábado, 8 de Maio de 2010

O nosso caminho

Algo belo na vida, e por vezes também doloroso, é não saber exactamente onde nos leva cada caminho. Por sorte, temos sempre opções que devemos escolher consoante nos pareça mais aceitável, sabendo de antemão que essa selecção nos abre ou fecha diversas "portas".
Muitas vezes escolhemos o caminho tendo em mente uma meta, outras porque consideramos ser a melhor saída. Há ainda outras vezes em que, de uma ou outra forma, levam-nos a fazê-lo.
Certo é que estes caminhos trazem consequências, boas ou más, e que mesmo que se possa partilhar tanto a dor como a felicidade, o caminho é o nosso, assim como as consequências que daí advirão.
Muitas vezes enganamo-nos e afastamo-nos do caminho desejado, muitas outras sairá melhor do que tínhamos pensado.
Esta é a beleza da vida humana, ter sempre opções mesmo que não saibamos o que escolher...


Alma às 23:27
| comentar
Quinta-feira, 6 de Maio de 2010

Percepção do tempo

Os dias passam como sempre.
Começam segundo a segundo, depois os segundos dão lugar aos primeiros minutos, às primeiras horas...
O sol nasce, sobe cada vez mais no céu, e começa a cair até adormecer nos braços da lua.
Como sempre, e sempre diferente.
Há segundos que mais parecem horas, horas tão pequenas que não duram dois segundos. Também existem os minutos que são exactamente isso, minutos, nada mais.
A percepção do tempo varia de pessoa para pessoa.
A percepção da realidade também!


Alma às 23:21
| comentar
Quarta-feira, 5 de Maio de 2010

Desculpa, ainda não sou capaz...

—Dás-me um beijo?
—Não posso, já não tenho mais beijos!
—Como não tens mais beijos?
—A sério, já não tenho mais. Olha para a minha boca. Vês? Está vazia... Não tenho mais beijos para dar, dei-os todos!
—Pois, pois... Queria mesmo um beijo teu! Está bem, talvez tenha mais sorte outro dia...
—Espera, tenho algo neste bolso. Olha! É um beijo. Um beijo enorme! Se esperares um momento, ponho-o na minha boca e poderei dar-to. Agora, rápido, que vem alguém e tira-to!


Alma às 23:38
| comentar | _____________ver comentários (2)
Terça-feira, 4 de Maio de 2010

Escrever um livro...?

Fui convidado pela Autores-Editora para editar um livro.
Como não disponho de material suficiente para tal, resta-me escrever algo de raiz, desafio que não sei se serei capaz de superar. Escrever um livro não é a mesma coisa que escrever textos soltos no blog.
Com tanta gente a escrever extraordinariamente bem por aí, não sei como se foram lembrar de mim...
Neste momento não me sinto com inspiração suficiente para aceitar tão honroso convite, mas fica desde já a promessa que vou ponderar a hipótese de escrever algo baseado nos últimos tempos da minha vida, ou uma obra de ficção.
Resta esperar que apareça uma musa inspiradora que me dê energia criativa para tão árdua tarefa. Esperemos para ver...
Se aceitar o convite, provavelmente não sobrará muito tempo para o blog, motivo pelo qual peço, desde já, desculpa aos leitores.


Alma às 23:24
| comentar | _____________ver comentários (6)
Segunda-feira, 3 de Maio de 2010

Carta à minha filha

É difícil educar quando se está submerso num mar de dúvidas.
Por vezes creio que como pai tenho de te impor determinadas regras que supostamente te ajudarão no teu futuro, mas isso colide com a minha forma de pensar.
Dou-te liberdade para escolher quando ainda não estás preparada para o fazer, ou estás?
Também não sei se gostaras de conhecer o poder da verdade e do pensamento.  Se calhar preferes a falsa felicidade da ignorância e eu arrebato-ta desde tão tenra idade.
Apenas tenho certeza que me enganarei muitas vezes, pensando sempre no melhor para ti...
Espero que cresças bem e feliz e que algum dia saibas ver que as minhas acções são uma tentativa desesperada e imperfeita de tornar a tua vida mais fácil. Faço-o desde o meu ponto de vista que certamente não coincidirá com o teu, mas é o único que tenho.
Não pretendo fazer-te à minha imagem e semelhança, apenas ensinar-te a ser tu mesma, a dar os teus passos no caminho por ti escolhido.
Quero a tua felicidade acima de tudo e se me engano, perdoa-me e ensina-me a fazê-lo melhor.
Ouvir-te-ei, tentarei compreender as tuas palavras e vou amar-te para sempre!


Alma às 21:52
| comentar | _____________ver comentários (4)
Sábado, 1 de Maio de 2010

ADEUS

Hoje despeço-me de ti, das tuas recordações que tardavam em desaparecer, do amor que sentia por ti, das lágrimas que a cada noite derramei, da ansiedade que sentia ao pensar em ti, da intranquilidade...
Não me valorizaste, não me respeitaste, usaste-me descaradamente e foste tu quem deitou tudo a perder, mas a minha consciência está tranquila porque apenas te quis fazer feliz, com os meus enganos e erros, mas ninguém é perfeito.

Depois de tudo de mal que passei por ti e no poço sem fundo em que me encontrava, agradeço que tenhas passado pela minha vida, apesar de teres deixado o sabor mais amargo que se possa provar, deixaste-me algum ensinamento, aprendi a valorizar-me, a ver o mundo para além dos teus olhos, a perceber que há um mundo depois de ti.

Acabou! Agora sou a minha lei, a minha palavra, o meu corpo, sou eu. Não preciso de ti para ser feliz, mesmo que jamais te esqueça, não preciso de ti.
Sigo com a minha vida, que agora redescubro, tenho tanto para dar e tanto para receber.

Tenho pena não me despedir de ti convenientemente, olhos nos olhos, mas tu assim quiseste. Havia muitas coisas por dizer, umas boas outras nem por isso.

Espero do fundo do coração que te consigas tratar e que encontres alguém que te faça feliz.

Por ultimo, despeço-me para sempre da pessoa que deixaste caída, da qual apenas restavam pedaços, a que deixou tudo por ti.

ADEUS


Alma às 23:48
| comentar | _____________ver comentários (12)

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts por mês:

Abril 2014

Fevereiro 2014

Abril 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

todas as tags

mais sobre mim:


quem sou?

seguir perfil

. 20 seguidores

almas penadas