Sábado, 22 de Maio de 2010

Ontem, tu e eu

Descalço, sentindo a areia branca da praia na planta dos pés, deixei voar a minha mente.
Os meus olhos perderam-se na mistura de cores, amarelo, laranja e vermelho que o horizonte me oferecia.
Senti como o cheiro salgado do mar purificava a minha alma e o meu corpo enquanto a minha mente me levava pelos caminhos do pecado.
Estava contigo!
Por momentos perdi a noção do espaço e do tempo.
Apenas uma ínfima corrente de ar separava os nossos lábios, as nossas mãos, os nossos corpos.
A luz da lua devolveu-me a realidade.
Hoje, a corrente de ar é enorme e no entanto sinto-te tão perto...


Alma às 08:36
| comentar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts por mês:

Abril 2014

Fevereiro 2014

Abril 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

todas as tags

mais sobre mim:


quem sou?

seguir perfil

. 20 seguidores

almas penadas