Sexta-feira, 1 de Julho de 2011

Encontro com Satanás

Ontem, enquanto relaxava numa esplanada cá da terrinha e à conversa com uma amiga, em tom de brincadeira disse-lhe que estava à espera do Diabo no intuito de lhe vender a minha alma.
A minha amiga perguntou se realmente a queria vender, porque ela tinha acesso directo ao inferno.
A conversa seguiu nesse caminho, mas foi tomando proporções mais sérias, o que eu não estava à espera (vender a alma ao Diabo tem muito pouca seriedade no meu ponto de vista).
A dado momento, falava-me como se fosse ela própria Satanás e comecei a dizer como faria numa reunião com o Diabo para vender a minha alma.
Curioso foi, quando se certificou que realmente estava convencido a vender o meu bem mais precioso e tudo o que demais detenho, disse que, em troca, me daria todo o poder do mundo.

-Mas eu não quero poder!!!

Respondeu, segura de si mesma, que todos o queremos e eu não sou diferente, que quero o poder mesmo que ainda não o soubesse, e como a continuava a contrariar, perguntou:

-Que queres tu afinal?

Disse-lhe que queria poder abraçar uma determinada pessoa naquele instante, sem falar, sem mais que sentir os seus braços mesmo que por um instante.
A minha amiga começou a rir-se de mim enquanto dizia que eu estava louco. Não entendia que pudesse querer algo que não fosse o poder, qualquer que ele seja.
Creio que não sou o único, como disse ela, que rejeita todo o poder do universo por um instante especial.
Continuo a acreditar que muita gente dá mais valor aos sentimentos.
Apenas nos resta saber se realmente estamos loucos!!!


Alma às 23:09
| comentar

publicados 111 posts:

Tesouros escondidos

Dez minutos

Espero algum dia voltar a...

Dilema

Encontro

Destino

Precisa-se

Pensamento do dia

Vida exemplar

Não me apetece dar título...

A idade interessa?

Infiel... ser ou não ser

A seu lado

Deixa-me entrar

Parabéns ao meu blog...

Encontro com Satanás

Manada cruel

Chocolate

Contigo...

Cinderella

Mendigo

Musica do dia

Sorriso à Lua

Parabéns ao meu blog...

O vento

Palavras

Uma Europa Hipocrita

Vida

É hoje

Ontem, tu e eu

Escudo de pedra

Acordar

E agora...

Festa

O nosso caminho

Percepção do tempo

Desculpa, ainda não sou c...

Escrever um livro...?

Carta à minha filha

ADEUS

Sentimento de impotência

A tempestade

Tudo muda

Teimosia

Sinto a tua falta

Respeito

Um horizonte de possibili...

Onde nasce o ódio

Dizem que

A busca

posts por mês:

Abril 2014

Fevereiro 2014

Abril 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

mais sobre mim:

almas penadas