Sábado, 25 de Julho de 2009

À pessoa mais maravilhosa

 Em tempos, quando ainda nem sonhava com blogs, escrevi este texto para ti. Escrevi-o numa daquelas noites em que aguardava a tua chegada, com queijinhos de Azeitão e vinho maduro aquecido na lareira, lembras-te? Ontem, ao remexer o baú de recordações encontrei-o, e apesar de inoportuno vou arquivá-lo aqui para mais tarde recordar, não vá o papel desaparecer ou arder...
À pessoa mais maravilhosa que conheci:

Queria poder dizer-te tudo apenas com palavras, queria poder expressar-me com total eficiência e exactidão e assim poder explicar-te o que significas para mim. Mas não posso, não é possível. Não existem palavras por belas que sejam capazes de abarcar tanto amor. Queria poder beijar-te enquanto escrevo estas palavras, queria poder ver-te a cada momento, queria poder viver à tua beira, viver cada momento da minha vida sempre contigo.
Agora que semeamos a nossa semente, espero que ela se converta numa árvore bela e forte como o nosso amor.
Sinto-me o homem mais sortudo do mundo por ter como companheira a minha melhor amiga... Nunca me falhaste, nunca chorei a tua ausência porque sempre estiveste a meu lado, nunca te senti longe, nunca me viraste as costas... Obrigado meu amor. Quem te conhece sabe como pode ser fácil apaixonar-se por ti, quem te conhece sabe que tu não és uma pessoa normal, típica, tu és muito mais. És mais do que alguém possa desejar, és mais do que alguém possa merecer. Nunca na minha vida conheci alguém tão forte, viva, maravilhosa, companheira, uma pessoa tão... real e completa. Só te posso dizer obrigado. Obrigado por me deixares compartilhar a vida contigo, obrigado por me teres eleito como companheiro do caminho. Obrigado por teres sempre gostado de mim e por sempre me teres ajudado. Obrigado por seres tu e ajuda-me a não me esquecer quem sou.
Amo-te tanto que deve ser pecado, mas não sei dizê-lo.

tags: , ,

Alma às 21:32
| comentar

publicados 111 posts:

Tesouros escondidos

Dez minutos

Espero algum dia voltar a...

Dilema

Encontro

Destino

Precisa-se

Pensamento do dia

Vida exemplar

Não me apetece dar título...

A idade interessa?

Infiel... ser ou não ser

A seu lado

Deixa-me entrar

Parabéns ao meu blog...

Encontro com Satanás

Manada cruel

Chocolate

Contigo...

Cinderella

Mendigo

Musica do dia

Sorriso à Lua

Parabéns ao meu blog...

O vento

Palavras

Uma Europa Hipocrita

Vida

É hoje

Ontem, tu e eu

Escudo de pedra

Acordar

E agora...

Festa

O nosso caminho

Percepção do tempo

Desculpa, ainda não sou c...

Escrever um livro...?

Carta à minha filha

ADEUS

Sentimento de impotência

A tempestade

Tudo muda

Teimosia

Sinto a tua falta

Respeito

Um horizonte de possibili...

Onde nasce o ódio

Dizem que

A busca

posts por mês:

Abril 2014

Fevereiro 2014

Abril 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

mais sobre mim:

almas penadas