Segunda-feira, 3 de Agosto de 2009

Sem respostas

Na tentativa de levar uma vida mais feliz, pergunto-me se devo ouvir o coração ou a razão.

Como pode ser que as duas partes de um todo sejam tão diferentes?

Com a razão posso reflectir sobre o que é bom ou mau na minha vida, tentar solucionar os problemas do dia-a-dia, ver os caminhos que encontro na minha frente e escolher aquele que melhor se adapta às minhas necessidades.

Com o coração não vejo os caminhos mas sinto a sua existência.

Que fazer quando a cabeça e o coração nos mandam por caminhos opostos?

No fundo a felicidade está nas pequenas coisas que podemos sentir na pele... ou não...

Certo é que tanto a razão como o coração se podem enganar, e enganam.

Deveria então procurar um caminho intermédio?

Nesse caso, não ouvindo nenhuma das duas partes, não estarei a dar o passo mais errado de sempre?

Procuro na experiencia dos outros e também não vejo a luz.

Se calhar esqueci-me de pagar a factura da EDP e cortaram-me o fornecimento... devo acender já as velas?

Olho para dentro de mim e não encontro respostas, só mais e mais perguntas às quais não sei responder.


Alma às 23:40
| comentar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts por mês:

Abril 2014

Fevereiro 2014

Abril 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

todas as tags

mais sobre mim:


quem sou?

seguir perfil

. 20 seguidores

almas penadas