2 comentários:
De life a 28 de Dezembro de 2009 às 20:22
Há lutas e lutas.. eu tento lutar, mas em certos momentos as minhas forças parecem ser um nada, deixo que o vento derrube tudo o que construi, e que consiga interrogar-me do que sou realmente. Sou uma estrada sem rumo, desorientada. Preciso de um porto de abrigo, algo que me faça sentir viva e sei qual é o antidoto,.. O amor! o amor é algo de inesplicavel. Quero ir á procura do meu, mas falta-me vontade, falta-me força para descolar o rabo da cadeira e voar. Sou nova, é certo, mas sei que é nesta idade onde um amor pode mudar muita coisa. Gostava de o poder encontrar, talvez para o ano quem sabe... se é que realmente existe...


De Alma a 28 de Dezembro de 2009 às 22:46
Verás que ele aparece mais cedo do que contas...


Comentar post