4 comentários:
De Docemente a 7 de Agosto de 2009 às 11:44
É verdade, mas porque temos nós que mentir e sofrer as penalizações dessa mentira para que alguém possa estar bem? E nós? O que sentimos e pensamos?
A vida por vezes prega-nos partidas injustas mas depende de nós escolher o caminho.
Eu vou tentando escolher o meu... sem mentiras, enganos ou injustiças.



De Alma a 1 de Setembro de 2009 às 18:33
Olá

Desde criança fui habituado a ser o bode expiatório de todos, e aqueles que se apercebem disso aproveitam logo. É o meu destino...


De Isa_ a 7 de Agosto de 2009 às 14:57
hmmm... eu li algo mt semelhante num livro sobre o budismo e a aceitaçao... tudo bem q às vezes tenhamos q ser "santos", mas nem tanto ao mar e nem tanto à terra, no meio tá a virtude! :)... já leste alguma coisa sobre "Zorba"? seria esse o homem perfeito, dotado de inteligencia refinada pela bondade... mas tb existe a sinceridade, q faz parte da bondade... de certeza q esse monge do teu post seria alguem q jamais ocultaria, enganaria ou mentiria (vai tudo dar ao mesmo!)...

gosto mt do teu blog!


De Alma a 1 de Setembro de 2009 às 18:43
Olá

Pode parecer impossivel, mas há por aí muitos Zorbas, que são todos pisados...

Obrigado


Comentar post