Sábado, 29 de Maio de 2010

Vida

Trabalhas para não pensar
Não te dás ao luxo de pensar para evitar sentir
Descartas sentir para não sofrer
Chegado a este ponto perguntas se ainda respiras
É melhor viver

E assim deixas de pensar
Fantástico


Alma às 18:05
| comentar | _____________ver comentários (4)
Terça-feira, 27 de Abril de 2010

Sentimento de impotência

Hoje é um daqueles dias em que, se pudesse, renunciaria a capacidade de pensar.
Talvez o problema seja que não penso de uma forma lógica e ordenada, mas também acho que não é possível fazê-lo em determinadas situações.
Nem tudo o que parece é, no entanto, tenho de considerar a possibilidade de o ser, e isso aterroriza-me.
Ainda assim, as soluções que encontro, no meio deste caos mental, não são de todo boas ou adequadas...

Isto já me aconteceu antes. Nesse momento difícil, chocando com a opinião de alguns, deixar o tempo passar. Fico feliz por tê-lo feito pois estavam enganados e uma atitude alarmista não seria boa para ninguém. Agora repete-se... é certo que da primeira vez era falso alarme, o que não significa que desta vez também o seja.
Não sei que pensar, muito menos que fazer!

Escrever ajuda-me a ordenar as ideias e tem um poder tranquilizante sobre mim. Já quase me sinto com forças para enfrentar a situação de uma forma calma.
Nisto, não me posso dar ao luxo de me enganar!

Oxalá, algum dia, possamos viver felizes num mundo sem maldade...


Alma às 20:18
| comentar | _____________ver comentários (4)
Quinta-feira, 8 de Abril de 2010

É melhor caminhar

Diversas vezes parei para pensar como teria sido a minha vida se tivesse feito determinadas coisas ou tivesse deixado de fazer outras.
Quase sempre termino a me perguntar se teria sido feliz...

Suponho que a busca da felicidade é algo que não me abandonaria. Seguramente tentaria ser feliz com o que me calhasse e iria pensar como seria a vida com a escolha que fiz em determinado momento.

Então... sempre seria quase feliz.
Para alcançar a felicidade que procuro, talvez não baste deixar de pensar em "que teria acontecido se...", mas seria certamente um começo!

Viver a vida tirando o máximo proveito, aceitando a felicidade que já tenho e deixar de sonhar com a felicidade que não está nas minhas mãos, pode ser o caminho a seguir.


Alma às 23:52
| comentar | _____________ver comentários (4)
Sexta-feira, 18 de Setembro de 2009

Novamente jovem

Há já umas semanas que a frase "não me interessa se vou morrer agora mesmo" deixou de fazer sentido. Tenho vontade de viver, de ser feliz, de beijar, de me apaixonar perdidamente, de sair, de respirar... tenho vontade de ser novamente jovem, e não quero saber se o mundo está mal, não quero saber de nada porque já sacrifiquei a minha felicidade por me preocupar com algo que não posso solucionar. Daqui em diante dedicar-me-ei a viver, a não me arrepender de algo que não fiz... de te dizer vem e te dar um beijo mesmo que não sejas a mulher da minha vida, ou talvez sim??? Não vou parar para pensar nisso, simplesmente vou desfrutar-te enquanto puder e quiser... porque mereço ter novamente 18 anos...


Alma às 20:06
| comentar | _____________ver comentários (4)
Quinta-feira, 10 de Setembro de 2009

Paranoia

Quando acordo os meus ossos estalam e provocam uma dor indolor
Espreguiço-me lentamente para não quebrar o inquebrável
É uma esperança desesperante, uma ilusão irrisória.
Uma mente em ebulição que procura a razão do irreal em palavras que não existiram
Ver novamente o dia, a madrugada que pede lugar à noite, abrir os olhos para ver realidades que mais parecem irreais, pensamentos que não deviam sair, enjaular as memórias e não viver as vivências.
A felicidade do infeliz, a procura do impossível, não sentir com os sentidos e deixar de falar, falando com o pensamento sem pensar no que dizemos.
A ilusão do decepcionante e a mentira verdadeira que não deixa de surpreender o que já não surpreende num mar de letras que procuram formar frases com algum raciocínio irracional.
Paranóias de um dia cinzento que se abre fechando-se à mente dos dementes dando lugar a tudo o escrito, apagando-o da memória que queremos esquecer, recordando-o sempre...
Chamem-me louco...


Alma às 11:27
| comentar | _____________ver comentários (4)
Quarta-feira, 2 de Setembro de 2009

Acabar com a agonia

É o fim, o final de tudo, acabar com esta agonia que afoga dia-a-dia. Um passo difícil de tomar, mas decisivo, sem retorno, irreversível. Sem mais atalhos, sem caminhos enganados, agora tudo é claro, começa a minha escuridão. O final de tudo, de alegrias e medos de choros, da dor que tem sangrando as minhas veias, arrancando a minha pele aos pedaços sem piedade. Agora, finalmente sinto que tudo passou, que me devo deixar levar, abandonar esta sensação, deixar fluir a minha vida. Fechar os olhos, sem pensar, sem sentir, sem chorar, sem gritar, não sofrer tantos anos que perdi a razão. É o fim... o meu fim...


Alma às 15:57
| comentar | _____________ver comentários (13)
Quarta-feira, 12 de Agosto de 2009

Sem vontade de viver

A minha vontade de viver e fazer coisas diminui a cada dia. Cada dia que passa desejo ainda mais sair desta situação. São momentos em que o túnel está escuro e não se vê a luz. São dias em que não me apetece fazer nada, não me apetece rir, não me apetece falar, não me apetece comer ou beber. Por vezes nem me apetece apetecer. Custa-me escrever. Tenho a mente colapsada de palavras que feriram o meu coração, a minha Alma, a minha pessoa em si. Fico aqui quietinho à espera que a onda passe... e o mar acalme.

 


Alma às 08:59
| comentar | _____________ver comentários (24)
Terça-feira, 21 de Julho de 2009

Nunca deixes de sonhar

 Quando chegamos a este mundo trazemos os olhos cheios de simplicidade e de uma alegria ingénua, contagiosa... Nesse fase da nossa infância, despreocupada e leve, quantos sonhos temos? A imaginação corre livremente. Não há limites para a mente fértil. Tudo é possível.

Mas crescemos, e a vida encarrega-se de apagar um pouco o brilho dos nossos olhos. Ouvimos tantas vezes a palavra "não" que, pouco a pouco, revestimo-nos de cuidados exagerados. Passamos a ter medo de ousar, ir mais além, de transpor os limites... Devagar, muito lentamente, passamos a pôr cada vez mais travões na nossa alma, a exercer autocensura, a matar a imaginação. Antes de sonhar já dizemos: "Ahh, isso não é possível!", ou "Isto não vai acabar nada bem!". Não nos permitimos imaginar algo novo e ousado.

Mas, pensemos, será que vale a pena viver de uma forma tão metódica, com cada passo contado, com os sonhos reprimidos...? A resposta é não. Não vale a pena sufocar os sonhos, porque podem ser a ponte para uma vida mais feliz e plena.

Um sonhador é alguém que não se acomoda. Busca sempre algo bom, novo, diferente. É um idealista, um lutador. No entanto não estamos a falar de pessoas rebeldes, daqueles que querem quebrar as regras como forma de provocação. Falamos de pessoas que aspiram a viver num mundo mais justo, cheio de ética e paz.

Lembram-se de quando o John Lennon cantava que era um sonhador, mas que não era o único? Na música Imagine, ele imaginava um mundo livre de preconceitos religiosos, sem que as fronteiras dos países impedissem aos homens de ser irmãos. Bom, o que Lennon queria era que mais sonhadores se unissem a ele, para que o mundo fosse um, muito mais unido, mais solidário e com amor.

Vamos aceitar este convite? Sim, porque aceitar essa chamada de irmandade é também aceitar a mensagem de grandes lideres religiosos, filósofos, pessoas de bem. Recordem que a humanidade evolui porque há quem sonhe. Inventores, cientistas e pensadores em geral são grandes sonhadores.

Gandhi sonhou que a independência da Índia seria conquistada sem recurso à violência. Conseguiu vergar o poderoso império britânico sem usar armas. Nada mais que gestos de amor, seriedade e uma vontade determinante.

São homens como eles os verdadeiros sonhadores. Não esperam sentados. Não se deixam abater. Não deixam que o pessimismo alheio os contamine.

Os sonhadores movem o mundo, a partir de ideias que transformam em realidade. Os seus são sonhos de bem, de fraternidade, de gestos de amor.

Permite-te também sonhar com coisas belas, procurar mudanças positivas. Toca as estrelas com a ponta dos dedos. Sonha... Sonha, sim! Todos os dias e a todas as horas, e tenta que os teus sonhos se materializem, para mudar o mundo para melhor. Sonha....

 

Música: Imagine - John Lennon

 

sinto-me: sonhador
música: Imagine - John Lennon

Alma às 21:48
| comentar | _____________ver comentários (6)

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts por mês:

Abril 2014

Fevereiro 2014

Abril 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

todas as tags

mais sobre mim:


quem sou?

seguir perfil

. 19 seguidores

almas penadas